Disqus Shortname

Os fantasmas dos estúdios da Paramount

Todos estúdios de cinema em Hollywood têm suas histórias de fantasmas. Mas, de acordo com a quantidade de relatos que circulam pela internet e que supostamente foram registrados por funcionários, o estúdio mais visitado por fantasmas é o da Paramount Pictures.


Dentre os diversos estúdios de som e de filmagem no terreno ocupado pela Paramount, os de número 19, 31 e 32 são os que são mais frequentados por aqueles que já partiram desse mundo. Há também relatos de que algumas entradas são bastante utilizadas por esses seres desencarnados. Passos são ouvidos pelos seguranças noturnos e não é raro que as luzes se acendam e se apaguem sozinhas. São muitos os relatos. Então, vamos por partes.

Estúdio 32

Nem todo mundo sabe, mas as portas desses estúdios onde séries e filmes são gravados, são muito pesadas e barulhentas. Não há como entrar ou sair por essas portas, sem ser percebido.

Existe um relato envolvendo três seguranças noturnos que estavam escalados para guardar o estúdio 32. Um dos seguranças saiu do estúdio para fazer a ronda do lado de fora e trancou a porta atrás de si. Os outros dois seguranças ficaram responsáveis pela ronda do lado de dentro afim de certificarem-se que estava tudo em ordem.

Foi quando os dois seguranças ouviram passos de alguém andando atrás de um dos cenários. Eles se aproximaram e olharam por trás da divisória, mas não havia ninguém ali! Logo em seguida, ouviram a porta do estúdio sendo aberta. Olharam um para o outro e se convenceram de que deveria ser o colega. Então, rapidamente terminaram de verificar se estava tudo em ordem lá dentro e para a surpresa deles, a porta estava trancada e não havia sinal de seu colega.

Com as mãos trêmulas, um dos seguranças conseguiu destrancar a porta com sua chave e ao saírem do estúdio 32, encontraram o colega voltando do banheiro do outro lado do pátio.

Estúdio 19

Um outro estúdio da Paramount que dizem ser assombrado é o estúdio de som 19. No começo dos anos 80, o estúdio 19 foi usado para as filmagens do sitcom Happy Days (br.: Dias Felizes) que tinha a jovem Heather O’Rourke (como Heather Pfister) em seu elenco. Para quem não sabe, Heather morreu em 1988, aos 12 anos, alguns meses antes da estreia do último filme da sua vida e o terceiro da trilogia Poltergeist.

Em um certo fim de tarde, um chefe de segurança estava conversando com um dos seus subordinados sobre as atividades paranormais que ele alegava ocorrerem no estúdio 19. O segurança havia dito que quase toda noite podia ouvir alguém correndo e rindo numa passarela que ficava sobre o set de filmagem, exatamente o lugar onde Heather O’Rourke gostava de brincar nos intervalos das gravações de Happy Days. O segurança ainda contou que, às vezes, via a menina brincando no palco. Quando perguntado sobre o que fazia quando a via, respondeu que apenas pedia para ela ir embora e ela obedecia.

Mas o chefe de segurança estava um pouco cético e então resolveu tirar a prova passando a noite lá. Então, exatamente a meia-noite, ele entrou no estúdio, fechou a porta atrás de si e esperou. Andou para lá, para cá e nada aconteceu. Já ficando um pouco cansado, após 20 minutos ele resolveu pedir a Heather que viesse brincar com ele. Não demorou mais do que alguns segundos para que ele escutasse uma risada infantil e sentisse alguém passar a mão em sua lombar, como um carinho.

Sentindo as pernas moles como se feitas de gelatina, ele imediatamente correu para fora do estúdio, apavorado. Do lado de fora, ele encontrou o subordinado com quem havia conversado e disse o que havia acontecido. Ele, por sua vez, riu e disse ao chefe que a cara dele estava igual ao do editor da série televisiva Wings (br.: De Pernas pro Ar) quando viu a pequena Heather no fundo do palco, em uma das cenas que nunca foi ao ar.



Curiosidade

Coincidência ou não, o estúdio cinematográfico da Paramount fica localizado ao lado do Hollywood Forever Cemetery, local onde estão enterrados os corpos de vários atores que viveram bons momentos de suas vidas nos estúdios hollywoodianos (como Judy Garland e Rudolph Valentino). E ao que parece, seus espíritos ainda gostam de visitar vez ou outra os estúdios em que desempenharam os papéis de sua vida.